top of page

57% das pessoas elegíveis ao Desenrola Brasil não têm acesso à plataforma

Acesso à plataforma de renegociação requer nível prata ou ouro no gov.br



Nesta segunda-feira (9) o governo liberou a nova fase do Desenrola Brasil, programa de renegociação de dívidas voltado para pessoas físicas. Nesta nova etapa, os interessados em acertar suas contas com grandes descontos, prazo ampliado de parcelamento e com a possibilidade de remover a restrição do nome, devem acessar o site do www.gov.br para fazerem a negociação.

No entanto, justamente a plataforma desenvolvida dentro do gov.br para facilitar o acesso ao programa está se tornando a principal preocupação do governo, segundo o Ministro da Fazenda, Fernando Haddad.

Em entrevista de divulgação da plataforma, ele compartilhou que o governo tem receio de que as pessoas não tenham acesso ao site. Isso porque 57% dos brasileiros não têm a qualificação necessária para acessar o gov.br – já que o cadastro deve ter nível ouro ou prata.

De acordo com o ministro, 44% das pessoas elegíveis ao Desenrola Brasil ainda não têm os níveis de certificação necessários, ainda no nível bronze, o que não permite acesso para renegociação. Outros 13% não têm nenhum tipo de certificação — nem ouro, nem prata nem bronze.


Fonte: Contábeis.

#Novidade


Postado na Castellar Assis para nossos clientes e interessados em contabilidade.

Comments


bottom of page